O site que noticia tudo o que é yaoi!

Guia de Compras – Anime goods direto do Japão

Guia de Compras - Anime goods direto do Japão

Vida de otaku brasileiro não é fácil. A gente quase não tem material oficial de nossos títulos favoritos, então quando vemos aquelas fotos de mercadorias de anime pela internet bate aquela inveja forte, ne? Mas não precisa ser assim! Ainda que seja um hobby caro, se você estiver disposto a arcar pra ter aquele figure lindo do seu personagem favorito ou aqueles chaveirinhos e cadernos fofíssimos daquela série que você ama, consegui-los pode ser mais fácil do que você pensa!

DO QUE VOCÊ PRECISA?

Se você acompanha o Blyme, talvez já tenha lido nossos outros tópicos sobre compras online. Neles, muito já foi comentado a importância do cartão internacional e de uma conta Paypal. Leia mais aqui.

É preferível que o cartão esteja com o mesmo nome que você vai usar no cadastro das lojas, pois algumas delas podem teimar que só enviam pro dono do cartão. O endereço de cobrança também deve ser o mesmo que o endereço cadastrado, pra evitar confusões.

OS GASTOS

animate ikebukuro

Animate Ikebukuro – foto ilustrativa (by Danny Choo)

Quando você usa seu cartão de crédito em uma compra internacional, você é obrigado a pagar um pequeno imposto chamado IOF. Esse impostinho de nome fofo é exatamente 6,38% do valor de sua compra. Parece pouco, mas não é. Se você gasta R$500 numa compra, ainda vai precisar desembolsar R$32 pra dar de presente pro seu banco. Também devemos ficar atentos a taxas de conversão, que são cobradas por alguns bancos e a variação cambial, que pode mudar drasticamente de uma hora pra outra. Note também que os bancos brasileiros cobram em dólar, independe de qual seja a moeda internacional de sua compra. Comprando em iene, seu banco vai transformar iene em dólar e dólar para real, ou seja, nós sofremos com duas flutuações cambiais!

Mas tudo isso é coisa pouca perto do mais temível monstro que assombra os sonhos de qualquer colecionador: A Receita Federal! Pois é, a lei de nosso amado país diz que devemos pegar 60% (isso, sessenta, eu não escrevi errado) do valor de nossas compras mais o envio e entregar pra eles. Vamos ver um exemplo: Comprei um lindo figure novinho em folha, que me custou R$100 e paguei R$30 de frete, totalizando R$130. A Receita vai pegar sua encomenda e só vai liberar depois que você der R$80 pra eles. Ou seja, seu figure lindo de R$130 passou a custar R$210.

 

LOJAS QUE ENTREGAM INTERNACIONALMENTE:

Existem várias, mas vou falar das que conheço mais.

AMIAMI – Com certeza é a loja mais conhecida. Tem uma variedade muito boa de produtos e pré-vendas. Por ser uma loja de fácil acesso e ter site em inglês, os produtos de animes mais famosos acabam esgotando logo. Tem bons preços e diversos tipos de frete. Você pode fazer várias compras durante um mesmo mês e escolher a opção de enviar todos juntos. O lado negativo é que eles são cruéis quanto a cancelamentos. Nem adianta tentar apelar pela bondade humana; se você não pagar pelo que você reservou, eles te banem do sistema!

HOBBYLINK JAPAN – Também bastante conhecida, tem boa variedade e pré-vendas. Produtos também podem esgotar logo, mas geralmente ficam a venda por mais tempo. Trabalham com um “depósito pessoal”, onde você pode deixar seus produtos por 2 meses e envia-los quando quiser dentro desse período, fazendo as combinações que quiser. Aceitam cancelamentos, dependendo do caso. Eles não enviam Small Packet registrado (vou explicar sobre os tipos de frete mais pra frente), mas caso o item não chegue ao destinatário, eles se comprometem a ressarcir o valor.

MANDARAKE – É uma loja física, tudo o que você vê no site também está na vitrine deles, ou seja, enquanto você está admirando seu carrinho de compras virtual, alguém pode estar admirando o mesmo pessoalmente e levando pra casa. Mesmo com esse inconveniente, eu gosto muito deles, pois a gente encontra produtos esgotados e mais antigos. Vendem itens de segunda-mão, por isso o preço menor, mas das 3 coisas que já comprei com eles, todas vieram lacradinhas, como novas e sem defeito algum.

De primeira, pode parecer complicado encontrar o que você quer no site. O segredo é você procurar pelo nome em japonês. Ao invés de procurar por “Kuroko no Basket”, procure por 黒子のバスケ. Coloque os itens escolhidos no carrinho (cuidado, pois são várias lojas. Se você pedir produtos de lojas diferentes, vai pagar o frete para cada uma!), caso sua compra dê menos de 5000 ienes, eles cobram uma taxa de serviço de 500 ienes. Escolha o método de pagamento e envio e finalize. Por enquanto você não paga nada, pois eles ainda vão ver se o produto está ou não disponível. Em torno de 1 a 5 dias (depende da loja), você recebe um e-mail comunicando a disponibilidade do item, o preço do frete e o prazo que você tem para realizar o pagamento.

RAKUTEN – É o eBay japonês. Você consegue encontrar itens raros, antigos e de difícil acesso para quem não mora por lá. Tem uma grande variedade de vendedores, mas nem sempre eles enviam pra fora do Japão ou então só enviam pela modalidade de frete mais cara. É meio chatinha de usar, já que o inglês usado pelo site global é feito pelo google translate, então muita coisa não faz o menor sentido! Assim como na Mandarake, procure pelos produtos pelo nome original. Faça um cadastro, coloque seus produtos no carrinho e a loja te enviará um e-mail (um automático, em japonês, e outro em inglês) com os valores do frete pra você escolher. Responda com o inglês mais simples possível (ou pode responder em japonês, se você se garantir hehehe). Eles vão mandar outro email com o total e um link para pagamento. Pronto.

HOBBY SEARCH e NIPON-YASSAN também são bastante usadas entre os colecionadores, mas eu nunca comprei por nenhuma dessas, logo não vou dar pitaco!

Existem lojas que trabalham com serviços de forwarding e proxy. Forwarding é usado para quando você mesmo faz a compra, mas a loja só envia para endereços locais. Eles te dão o endereço deles, recebem sua mercadoria e enviam pra você. Proxy é quando você quer comprar numa loja que não aceita cartões estrangeiros ou só trabalha com depósito bancário. Eles fazem toda a transação da compra e depois enviam pra você. Claro, em todos os casos eles cobram taxas de serviço, então só vale a pena se forem itens que você quer muito e que sejam muito raros! As mais usadas são a BIG IN JAPAN  e a FROMJAPAN.

 

FRETES UTILIZADOS NO JAPÃO

  • SAL SMALL PACKET: Método mais barato, pode ter rastreio ou não. Depende da loja dar essa opção (com rastreio você paga mais 410 ienes). A caixa tem limites, ou seja, não dá pra enviar por essa modalidade se você for pedir um monte de coisa grande e/ou pesada. As encomendas SAL-SP são enviadas para a alfândega de Curitiba e demoram de 30-90 dias pra chegar até sua casa (culpem a Receita, não os Correios).
  •  SAL PARCEL: Geralmente usado quando o pedido ultrapassa o limite do SAL-SP, sendo mais caro do que este. Não é oferecido por todas as lojas. Sempre tem registro e também leva de 30-90 dias para chegar. SAL PARCEL vão para a alfândega do Rio de Janeiro, onde, por conta do alto volume de encomendas diárias, tem uma chance maior de passarem despercebidos pela Receita.
  • AIRMAIL:  Oferecido por algumas lojas japonesas. É um SAL mais caro. Não vale a pena. Só use se a loja não enviar por SAL.
  • SURFACE: Usado para encomendas grandes. É barato, mas muito lento (vem de navio), podendo demorar 6 meses pra chegar. Tem rastreio.
  • EMS: Modalidade expressa, oferecido por todas as lojas. Algumas lojas mandam apenas por EMS pra cá, por ser um método mais seguro. Chega no Brasil dentro de 3 dias, mas como fica retido na Receita de qualquer jeito, isso não quer dizer muita coisa. Tem rastreio detalhado e vai pra alfândega de São Paulo. A taxa é praticamente certa. É caro. Muito caro. Fuja dele sempre que possível. A entrega é feita entre 20-40 dias.

DICAS

  1. O Brasil é um país enorme, logo a quantidade de encomendas que chega diariamente aqui é gigante! Os funcionários não tem como dar conta do volume, então às vezes, se a sorte estiver do seu lado, seu pacote pode acabar passando sem ser taxado! Mas, por favor, não comprem contando com isso! Ao se decidir por determinado item, já deixe separadinho o dinheiro dos impostos, pra não ter surpresas desagradáveis depois! Vamos comprar conscientemente!
  2. Compras de pessoa física pra pessoa física abaixo de 50 dólares são isentas de imposto. Mas atenção, muita gente se confunde quanto a isso: Se você fizer uma compra de $10 em uma loja, ela ainda pode ser taxada. É isento apenas se for uma pessoa (um amigo ou vendedor que lhe envie usando o nome próprio e endereço dele) enviando pra outra! Revistas e livros também são isentos, então podem comprar mangás e doujinshis à vontade! Ahh, mas caso você compre um mangá e coloque no mesmo pacote que outros tipos de mercadoria, ele pode ser taxado, já que a Receita não vai se dar ao trabalho de separar os valores de cada item.
  3. Algumas lojas aceitam declarar valor menor. O que isso quer dizer? Sempre que alguém manda algo pra fora de seu país, precisa enviar junto uma declaração informando o que está sendo enviado, quanto pesa, quanto custa, etc. Nossa Receita usa esse valor dado pelas lojas como base para fazer o cálculo de quanto vai te cobrar. Certas lojas aceitam colocar um valor menor do que o que você gastou realmente, para que possa pagar menos imposto. Vale lembrar que isso é ilegal, então nem pense em ir reclamar que a Receita fez o cálculo de sua compra errado quando você estiver usando esse ‘truque’, porque você não vai ter como provar e pode acabar tendo que pagar ainda mais! A loja pode ter que pagar uma multa alta também, caso seja descoberta fraude.
  4. Alguns Estados, como Minas Gerais, cobram um outro imposto, chamado ICMS. Quem mora nesses Estados precisa pensar bem antes de fazer suas compras, pode podem acabar pagando 100% do valor só em imposto!

Comprar do Japão não é difícil, o que complica pra gente são mesmo os gastos excessivos e a demora em recebermos as encomendas. Se você tiver um bom grupo de amigos interessados na mesma coisa, pode tentar fazer uma compra em grupo pra tentar diminuir os custos.

 

 



Sobre Anna

Fã de yaoi desde 2004 e compradora compulsiva de mangás! Ver todos os tópicos de Anna

7 Comentários a Guia de Compras – Anime goods direto do Japão

  1. MelKeigo

    Comprar do Japão não é difícil, o que acaba com a alegria é esse protecionismo inútil e o trabalho mal feito dos brasileiros. Já vi muita gente ser taxada até por livros, eu mesma já fui.
    Muito bom o artigo, Anna!! xD

  2. Ritsuka

    Eu recomendo a Nippon-Yasan. Muito utilizada pelos colecionadores de Cloth Myth, mas anda meio visada na alfândega. Embala bem e marca os pacotes como "gift", tendo "estoque infinito" de diversos produtos que esgotaram por aí. Tanto Nippon-Yasan quanto HLJ aceitam que vc pague depois as pre-orders. Nippon-Yasan até 15 dias antes do release, e HLJ te cobra só quando o produto está "in stock".
    Outra loja boa que existe e que não foi comentada na matéria é a Anime-Export. Tem bastante recomendações, mas diferente da Nippon-Yasan e Hobby Link Japan, tem que pagar as pre-orders na hora.

  3. Lyzzy

    Uma pergunta: Na AmiAmi, o que JPY quer dizer? Onde posso ver o preço do produto que quero comprar?

  4. Xeretinha

    Gostei da matéria, é bem informativa. Mas depois de ver de fazer supostos cálculos e logicamente e agente nunca compra uma coisa só, eu fiz "Argh". Caro, né!?? :)

  5. Patty

    Recomendo muito a Hobby Search! Eu praticamente uso só a AmiAmi e ela pra pre-orders. E a bargain dela sempre tem preços ótimos (levando em consideração que são SEMPRE itens novos em caixas novas etc). Comprei uma figure pela metade do preço na ultima que teve. ^^

  6. Elvis Araujo

    Excelente post sobre importações do Japão. Faltou também o Yahoo Auctions, site tipo o ebay que utiliza um proxy exclusivo, o Buyee, da Tenso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Calendário de posts

dezembro 2013
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Amazon Brasil

Lojas Online

Facebook

Twitter