O manual da Fujoshi Elegante

Fujoshi no Hinkaku

Fujoshi no Hinkaku

Fujoshi no Hinkaku, ou “A Elegância Fujoshi” é um flash anime de 2010 baseado no mangá-ensaio da autora Kusame, que também trabalha com histórias BL sob o pseudônimo Amagi Reno, portanto uma fujoshi da vida real.

A história lida com diversas situações na vida de Fujoko , uma office-lady de 23 anos que esconde de todos que é uma fujoshi.  Ela tem uma profunda admiração por Takayo, sua senpai, que é 5 anos mais velha e um exemplo de feminilidade, elegância e competência. O que Fujoku nunca imaginaria, é que sua senpai na verdade é uma fujoshi tão obcecada quanto ela própria, fato que ela descobre ao encontrá-la comprando doujinshi yaoi. A partir deste dia, as duas tornam-se boas amigas e nossa heroína decide que será uma fujoshi tão admirável quanto Takayo.

Embora os flash anime japoneses pareçam (tá… e sejam)  mais precários em relação às obras que estamos acostumados a ver, desta vez a simplicidade tosca da mídia não atrapalhou muito a experiência, talvez porque o original não tenha um desenho tão elaborado. Naturalmente preferiria uma animação tradiconal, como em Chii’s Sweet Home, por exemplo, mas eu diria que o design simples tem até um certo apelo de livro infantil, o que o torna engraçadinho. E dentro deste contexto consegui aceitar bem até mesmo as cenas em que Fujoko e Takayo interagem com cenários reais e quando são magicamente ( e de forma bem cretina) transformadas em mulheres de verdade para tomar um chazinho num butler’s cafe .

O anime é uma espécie de guia/bíblia, e através de capítulos curtos e divertidos, vai narrando os desafios da vida de uma fujoshi, mas sempre com as dicas e truques de Takayo , demonstrando que existem maneiras de conciliar os hobbies com a vida pessoal e profissional, além de apresentar os conceitos básicos do que é Yaoi/BL.

Os tópicos variam desde como usar o yaoi para auxiliar nas tarefas e questões do dia-a-dia  (!), economizar dinheiro para comprar yaoi, cozinhar bentos decorados, arrumar o quarto e  até  como fazer viagens e programações estritamente otaku/fujoshi, como visitar a Otome Road e o Comiket. Embora as dicas sejam muito superficiais em alguns aspectos, dá para conhecer um pouco mais sobre a vida das nossas “colegas” japonesas e tirar diversas ideias e inspiração para nossos próprios projetos fujoshi.

No princípio eu fiquei meio cética sobre esta animação, pois me pareceu que o anime se restringiria a tentar ensinar a disfarçar o seu lado fujoshi e como se esforçar ao máximo para ser uma mulher bonita e delicada, qualidades tradicionalmente apreciadas pela sociedade. Mesmo que este lado realmente seja abordado em Fujoshi no Hinkaku, na maioria das vezes o “ser” fã de yaoi/BL é apresentado por um lado positivo, apenas uma forma peculiar de enxergar o mundo, que tem suas vantagens e desvantagens, mas que pode e deve ser bem aproveitada e bem curtida. Claro que esta curtição tem limites, e é necessário ter disciplina para ser um adulto bem sucedido, como explica Takayo em diversas ocasiões.

E o que mais me chamou a atenção foi a cena em que Fujoko e Takayo falam de relacionamentos amorosos e como conseguir um namorado, deixando claro que para encontrar o par ideal, a fujoshi deve ter confiança e gostar de si mesma. Elas afirmam que o homem ideal deve compreender os seus hobbies e perceber que talvez eles façam parte de seu charme… e o mais surpreendente em se tratando de um material japonês para mulheres: se você não tem disponibilidade para ter um namorado, simplesmente não tenha um! É isso mesmo! Você pode ser uma mulher e se sentir plena e feliz com sua carreira, hobbies e sem um par,  pois afinal você já é uma pessoa completa. Isso é o que eu chamo de elegância.

Depois disso, o anime ganhou mil  pontos comigo e decidi que Fujoshi no Hinkaku, apesar de estar muito longe de ser uma obra prima, é recomendável para todas as fãs de yaoi.

 



Sobre Tanko

Tanko tem 32 anos, é ilustradora freelancer, noiva, lolita e yaoista militante nas horas vagas. Atualmente reside nas montanhas para escapar do Tsunami e da especulação imobiliária no Rio de Janeiro. Ver todos os tópicos de Tanko

7 Comentários a Fujoshi no Hinkaku

  1. Maddy

    Awn, que gracinha :3
    Onde foi que você encontrou pra assistir, Tanko? Tem legenda? hahah

    • tanko

      Encontrei apenas em espanhol pela Aino Fansubs. Tem no youtube também com legenda deles… acho que não chamou muito a atenção, mas fiquei feliz que este grupo tenha se importado em legendar.

      • Maddy

        Ah, obrigada! Vou dar uma conferida :D

  2. Jessy chan

    Acabei de assistir o primeiro episódio no Youtube!!! Kawaii!!!
    Obrigada pela dica Tanko!! :D

  3. Naay

    Gostei desse anime, apesar de não me descer muito animação em flash D: mas realmente ganhou muitos pontos só por passar essa mensagem, ser fujoshi é difícil, mas ter confiança é tudo rs

    • tanko

      É difícil mesmo, não tem o mesmo charme da animação tradicional… na verdade existem boas animações em flash, mas parece que os japoneses usam a sua forma mais econômica e precária. ^^;

  4. Lika chan

    Aprendi muitas coisas . ^^

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Calendário de posts

janeiro 2012
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Amazon Brasil

Lojas Online

Facebook

Twitter