O site que noticia tudo o que é yaoi!

Endless World, de Jaryuu Dokuro

Endless World, de Jaryuu Dokuro

Uma trama envolvendo consumo de drogas, personagens com vidas embaralhadas por um cara sutilmente parecido com Sid Vicious, narrativa que foge totalmente de qualquer linearidade e ilustrações geniais compõem um dos mangás mais incomuns que eu já li.

Endless World, de Jaryuu Dokuro, conta a história de Ikki e Ryuu, e como suas vidas parecem sempre presas à existência de Toshimitsu.

Ikki era um rapaz sem futuro, totalmente despreocupado com a própria segurança até encontrar num pequeno restaurante um grande homem com um enorme coração – contrastando com sua aparência -, Mineyama-san, que o oferece um emprego. A admiração é imediata e Ikki passa a se preocupar cada vez mais com suas atitudes e a cuidar de si mesmo. Num dia rotineiro, após um desentendimento com alguns clientes problemáticos, Ikki é procurado por Ryuu, um garoto que, ao se apresentar como primo de Toshimitsu, o faz forçar sua memória em busca de lembranças há muito tempo abandonadas.

Ikki e Ryuu são duas pessoas que tem suas vidas influenciadas pela existência de Toshimitsu, mesmo 6 anos após sua morte.

O mangá mostra a história dos três personagens, passando pela juventude delinquente de Ikki e Toshimitsu, pelo relacionamento complicado entre Toshimitsu e Ryuu, e pelo consumo desenfreado de drogas por Toshimitsu, o que, indiretamente, acaba levando o rapaz à morte.

Jaryuu Dokuro consegue representar os três personagens principais de forma humana. São criaturas especiais, com suas peculiaridades, e que conseguem, mesmo assim, estabelecer uma identificação com o leitor. A narrativa está longe de ser óbvia. Os capítulos com acontecimentos fora de ordem são tão embaralhados quanto a vida de cada um dos rapazes. A mangaka também é uma ilustradora fantástica. As capas dos capítulos fogem bastante do padrão BL de ser, e são surpreendentes, assim como o resto do mangá. Destaque especial para as “badtrips”, retratadas de forma expressiva.

Quando a Tanko me indicou Endless World, eu achei que nunca tinha lido nada da autora até então. Depois de algum tempo, percebi que Jaryuu Dokuro também escreveu Sugar Milk. A verdade é que o clima e a história dos dois mangás são tão diferentes que eu não consegui reconhecer a autora. Enquanto Sugar Milk apresenta uma história romântica mais comum, Endless World foca em temas densos, não tão agradáveis. Ainda assim, entrou na minha seleta lista de mangás yaoi que eu indicaria até para pessoas que não tem o costume de ler BL.


Sobre Aline

Aline mora em Salvador e tem 21 anos. É uma estudante de Letras, Shawol (com uma inofensiva obsessão pelo Key), fã de David Bowie e Depeche Mode, movida a música e a yaoi. Follow me: @kurai_sama Ver todos os tópicos de Aline

14 Comentários a Endless World, de Jaryuu Dokuro

  1. Opa, com certeza darei uma olhada nesse… Sou uma fã incondicional de drama XD

    • Aline Barbosa

      Vale a pena. xD

  2. Diih-chan

    Nossa, agora eu fiquei MUITO curiosa pra ler esse mangá.

    Adoro quando os mangakás contam história cotidianas e não focam tanto um romance impossivel que no final dá certo… acho que me apaixono mais pelos mangás que contam histórias do cotidiano.. mais também gosto de dar uma fugidinha, uma fantasia sempre cai bem.

    Obrigada por essa resenha maravilhosa!!

    • Aline Barbosa

      Sim, sim. Eu sou daquelas que curte uns romances perfeitinhos de vez em quando, mas me animo muito mais quando a história foge do comum.

      Enfim, eu que agradeço. xD

  3. Sarah

    AI MEU DEUS, ENDLESS WORLD.
    Quem ainda não leu, LEIA. Esse manga é único.

    • Aline Barbosa

      Sim! xD

  4. Adoro Endless World! Fazia tanto tempo que não lia um yaoi tão bom que, quando me deparei com esse lá no baka updates, devorei a história em pouco tempo e ainda reli ^_^. E eu também nem reparei que era da mangaka de Sugar Milk.

    Todos os três personagens principais são incríveis. Acho esse mangá perfeito em todas as maneiras, desde a história até o traço. É MUITO bom sair dos yaoi de colegiais previsíveis ou cotidianos e ler algo mais intenso e com assuntos raros no yaoi como drogas. Tema esse que Endless World aborda.

    Assino em baixo da recomendação (:

    Ótima resenha!

    • Aline Barbosa

      Pois é, [2] nesse comentário todo. xD

      Brigada!

  5. VO LÊ. q

  6. não vim comentar um simples VÔ LÊ, na realidade. eu só estava de brimks. vim comentar que faz tempo que eu não leio 01 mangá realmente bom e faz mais tempo ainda que eu não leio 01 _YAOI_ realmente bom.
    sua resenha, Aline, me fez ficar com vontade de pesquisar sobre esse Mundo 100 Fim aí. não sei se eu vou conseguir entender direito a história porque, como é de conhecimento geral da nação, eu me enrolo 01 pouco quando o assunto é leitura densa. sei lá, eu tenho o costume de me perder… q

    enfim, ótima resenha. ótima escolha de imagens também… foi você que as escolheu, Aline? ou foi a linda da Tanko? ♥

    até outra resenha~
    saranghae~

    • Aline Barbosa

      Nha, leia, Nan. É bem legal mesmo.
      <del>E você pode ler mais de uma vez, se for o caso e</del> *corre*

      Fui eu que escolhi mesmo. xD

      E brigada pelo comentário, paixão. <3

  7. sou fã de mangaká Jaryuu Dokuro, desenha tudo q ela quer!
    Estilo dela é rock, drogas, balada, etc… Dá pra notar estilo roupa, cabelos ,face, etc…
    Mto bom!!Ótima resenha!!

  8. a.d.c

    O leva indiretamente a morte? não entendi, ele morre ou não?

    o/, gostei.

  9. Lendo tardiamente essa resenha. Achei muito interessante mesmo. A Aline geralmente dá muitas dicas interessantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Calendário de posts

março 2011
S T Q Q S S D
« fev   abr »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Amazon Brasil

Lojas Online

Facebook

Twitter