O site que noticia tudo o que é yaoi!

Hyakujitsu no Bara (Maiden Rose)

Hyakujitsu no Bara (Maiden Rose)

O cenário é um campo de batalha na época da Era Imperial. Após a quebra de um tratado de cem anos pelo lado da Eurote – uma grande nação que domina toda a parte norte do continente, estes iniciam um ataque a Deiden. Com isto, o equilibrio que existia entre os países pequenos – aqueles que foram subjugados por Eurote na guerra anterior – fica ainda mais frágil o que faz com que a guerra chegue até mesmo ao distante país onde reside e governa a família Reizen. É sobre este cenário que se desenvolve a história do mangá Hyakujitsu no Bara (Maiden Rose).

Toda a drama roda entorno de Taki Reizen, atual chefe da família e comandante do pelotão Maiden Rose – um forte batalhão armado com os melhores tanques de batalha da época – e Klaus Van Wolfstadt, capitão pertencente ao pelotão, antigo amigo de Taki e cavaleiro do mesmo.  Mas, o relacionamento de ambos não é assim tão simples.

Taki ocupa um posto maior do que apenas o de comandante. A linhagem de sua família descende dos deuses e muitos optam por continuar sua pureza por toda a vida – até mesmo abrindo mão do matrimonio. Mas, uma vez que são tocados, carregam consigo uma humilhação pior do que a morte. Com isto, o jovem possui o posto de “Zheng Hua”, símbolo de respeito do Imperador e maior posto de poder, além de ser considerado como um messias para o povo. Por esses motivos, Taki não pode, simplesmente, se entregar ao que sente por Klaus.

A história é cativante. Você torce a todo o momento em que algo mais crítico acontece, além de, claro, sempre estar esperando que o casal principal consiga permanecer junto. Detalhe para as cenas maravilhosas de sexo. Além de angulos lindos, a mangaka tem um traço capaz de fazer qualquer fã babar nos momentos mais quentes. Única coisa que não me agradou muito foi o excesso de força utilizado em alguns casos, não chega a ser um estupro do uke, mas achei demais para a situação.

Hyakujitsu no Bara, ou Maiden Rose como é mais conhecido aqui no ocidente, é escrito e desenhado por Fusanosuke Inariya, mangaka que além do traço possui uma forma de contar as histórias de modo único – uma das poucas que conheço que não segue lineariedade alguma no decorrer da trama. O Mangá conta com 22 capítulos (3 volumes) e está em produção ainda no Japão, além de seus extras que a mangaka lança de tempo em tempo, sendo publicado também nos EUA pela June. Conta ainda com 2 OVAs (Original Video Animation) que são bem fiéis a história do manga e com um CD Drama do primeiro volume do mangá.

Uma série que encanta, seja pelo belo visual, seja pela história, seja pelas complicações do casal, seja pelo clima de guerra e suas personagens uniformizadas em todas cenas…



Sobre Keiko Maxwell

25 anos. Moradora da floresta de pedra: São Paulo. Formada em Produção editorial e treinando para sobreviver ao apocalipse zumbi... Além de escritora de fic, fã de BL, mechas e afins... Querem saber algo mais? Follow -> @keikomaxwell Ver todos os tópicos de Keiko Maxwell

29 Comentários a Hyakujitsu no Bara (Maiden Rose)

  1. Maiden Rose… se eu contar o que aconteceu comigo no dia que eu vi o OVA ninguém acredita então nem vou tentar ….(detalhi:assisti antes de ler o manga) mas eu mao demaaaaaaaais ;__; OMG amo amo vamos divulgar !! XD ficou muito boa a review x3

    • Oh, obrigada, Mel!

      Fiquei curiosa… O que aconteceu?

      Eu conheci o manga ontem e dai a Tanko já jogou o verde para escrever a review… Bem, não resisti né! Acabei viciado nele ^^"

      • hahhaha, tem que aproveitar enquanto está fresco na cabeça, não é mesmo?

        • E vc aproveitou bem, afinal tava super fresco aqui, Tankito XD

  2. Ye-chan

    Eu adoro Maiden Rose! O traço da Inariya-sensei é mesmo muito lindo! Li alguns outros trabalhos dela como Giglio e Close Your Eyes, por exemplo, e tenho que dizer que gosto muito das estórias dela. Afinal, o fundo histórico mais os homens lindos que ela desenha de uniforme são uma combinação perfeita *—–*

    Adorei! Muito bem feito, Keiko!

  3. LilaMaxwellYui

    Ai, eu tbm adorei os OVAs pela qualidade e tudo mais, mas preciso dizer que sinto muita pena do Taki… O Klaus é quase um urso e, embora ele se diga apaixonado, trata o Taki daquela forma violenta… ok, ok, que ele sente ciúmes e blábláblá, mas não justifica ><. Sorte dele o Taki o amar tanto.

    Ai, mudando de assunto, recentemente li o mangá de Sex Pistols (até o capítulo 38, por enquanto) e simplesmente A.M.E.I!!!! E estou desesperada procurando alguém que tbm já tenha lido pra trocar idéias e pra falar mal do OVA (depois que vc lê o mangá, dá uma raiva enorme… eles tiraram a melhor parte da história do mangá, chega a ser triste). Se alguém que já leu puder fazer uma matéria ou qualquer coisa do tipo, eu vou adorar ^^

    • Lila,

      Não cheguei a ler Sex Pistols… Está na minha lista interminável! Um dia, tenho certeza, que vou ler… Dai te procuro para conversarmos!

      Então, quanto aos OVAs de Maiden… Aconselho a ler o manga. Essa ideia de que o Klaus é um brutamontes passa conforme vai avançando a trama e vai mostrando o passado dos dois. Eu, pelo menos, tive uma visão muito diferente dele depois do primeiro volume do manga… E também comecei a entender um pouco mais essa relação confusa de ambos =/

      Fica a dica! XD

    • Ah, sim, mas lendo o mangá você percebe que a relação deles é bem contextualizada, como a Keiko falou, não é só aquele "estupro consentido" sem estofo que vemos em muitos mangás.

      Eu confesso que só li 2 volumes de Sex Pistols e gostei bastante, acabei lendo só para avaliar o OVA e teria que ler novamente se quisesse resenhar pois minha memória é um lixo.

  4. Cristal Samejima

    Sei de gente que só viu os ovas e nem chegou perto do mangá. Essas pessoas não sabem o que estão perdendo, pois o mangá é realmente genial. Aliás, Fusanosuke Inariya é genial! Sou uma fã escancarada de suas obras!

    E, Keiko, ficou ótimo o artigo. Tomara que mais gente leia Maiden Rose!
    *-*

    • Estão perdendo mesmo, inclusive perdendo a oportunidade de apreciar um belíssimo traço e yaoi com contexto. O povo não reclama tanto que yaoi quase não tem história? =p

  5. Acompanho Maiden Rose desde o fim de 2009 (que tortura é a espera por novos capítulos, viu…). Também recomendo muito mais o mangá, independente da fidelidade do OVA (alguma coisa sempre fica de fora, mas vale pela interpretação do Inoue, como Klaus ♥).

    Maiden é simplesmente a melhor publicação entre todas as que me deparei nos últimos cinco anos. Dificilmente uma mangaka poderá superar a capacidade que a Inariya tem de expôr as histórias (não citando exclusivamente Maiden). É também bastante visível que ela tem apreciação por períodos históricos de guerra, mas a maestria ao inserir seus personagens nesse tipo de universo é impressionante.

    Mais do que recomendo. Excelente.

  6. Rika-chan

    Faz tempo que eu li o mangá, acho q por eu não estar tão acostumada com lemon eu fiquei um pouco assustada, mas acho que eu não tinha entendido muito bem a história. Agora pensando bem a atitude do Klaus é até entendível. Mas acho que não é um mangá pra qualquer um. Enfim vou ter que reler pra ter um parecer melhor. Vou procurar outros trabalhos da mangaká também pq o traço dela é realmente liiiiindo.

    • Concordo que não é mangá para qualquer um, mas diria que a situação de "estupro consentido" é bem armada e encaixada no contexto… também demorei para entender o porque do Taki não se entregar de uma vez, achei que era "mimimi de uke", mas quando a razão se revelou eu me surpreendi.

      Só que acho que esse é o mangá mais "light" da autora em todos os sentidos, guerra de fantasia (outros lidam com guerras reais), estupro de fantasia e violência num nível não-traumático.

      Os outros mangás dela pegam mais pesado em níveis até mais realistas. É um dos traços que mais admiro em termos de mangá yaoi.

      • Também considero justificável as situções de estupro, n'o contexto e as condições dos personagens.

        Honestamente, já vi muitas pessoas que relutaram em acompanhar Maiden somente em razão disso, mas estranhamente essas mesmas pessoas acompanham Sakura Gari e Hoshi no Yakata numa boa. Qual é a moral? Eu suponho (obvimente não leio a mente de cada um) que o que mais choca as pessoas é a cena do estupro e o fato adicional de haver uma criança na porta durante o ocorrido… será que confere? Se confere, é uma grande bobagem, visrto que a mesma sequer se dá conta. Os mangás que citei anteriormente conseguem ser mais pesados do que isso; ou mesmo Zion no Koeda, da própria Iraniya, como você mesma citou. O melhor exemplo é Viewfinder, que todos idolatram e também possuí cenas mais pesadas (na boa, vamos conversar que o Klaus não sai introduzindo rolo de filme em lugar algum xD).

        Penso que existem argumentos mais válidos que bloqueem as pessoas a acompanhar o desenvolvimento da história. Às vezes ela não curte temas históricos… ok; mas se prender a violência do Klaus em certos momentos (que é justificável… eu particularmente sinto mil vezes mais pena dele do que do Taki) e ignorar a preciosidade que é o traço da Iranya junto ao modo dela em elaborar as histórias…? Definitivamente não entendo.

        • May

          Desculpa, mas ler esses comentários de vocês é algo simplesmente assustador. Estrupo NUNCA é justificável, o uso da força, sem consentimento, NUNCA é justificável, em nenhum caso, não importa a razão. Essa romantização do estrupo que vocês fazem, que se vê no yaoi, principalmente nos mais antigos, é deprimente. Logo se vê que ela anda de mãos dadas com a misoginia nesses trabalhos. Ainda bem que isso tem mudado e pelo menos eu, tenho visto muito menos trabalhos nessa linha saindo. Entendo que vocês gostem e vão continuar a acompanhar esses mangás, mas por favor, não mintam para si mesmas para que se sintam menos culpadas. Repetir essa linha de pensamento por aí é algo muito perigoso e é muito provável que o tiro saia pela culatra.
          Sei que já faz um tempo que esses comentários foram feitos, mas não consegui deixar passar em branco.

          • Mika

            Concordo em partes com você. Estupro é algo injustificável mesmo. Mas olhando com outros olhos, cada caso é um caso. Eu, particularmente, vejo esse mangá e como todos os outros como uma forma de EXPRESSÃO. Então vamos deixar que as pessoas façam os mangás que quiserem, assim como deixar as pessoas que quiserem ler-los, sem nenhum tipo de julgamento. É muito pessoal de cada individuo, não se pode afirmar que eles estão mentindo para si mesmos. Se alguém diz gostar, assume e lê, aonde está a hipocrisia? É apenas gosto. Respeito totalmente a sua opinião, mas queria expor a minha também. Não concordo com muitas coisas, mas quando vejo que é Expressão e Arte eu respeito mais que tudo. Eu gosto do mangá Maiden Rose, não é meu preferido, mas pego o melhor dele.

  7. Keiko, ficou muito boa sua resenha!! Tudo muito bem explicadinho!! Muita gente se perde na trama, mas lendo esse resumo… Poxa, com poucas palavras você conseguiu transmitir a ideia da história muito bem!! Parabéns!

    E bem, te disse no twitter que tb amo Maiden Rose, até coleciono. Então, pode vir fangirlzar comigo quando sentir vontade XDDD

    O que eu acho diferente nesse mangá é que não é SÓ uma história de amor. Tem todo um pano de fundo histórico, que a Inariya consegue tramar de forma muito inteligente. As dificuldades pelas quais eles passam são verdadeiras, não aquela coisa clichezinha que a gente acostumou a ler em outros yaois. Fora o traço… Ahhhh o traço……
    Ai, me deu vontade de reler!!!! *__*

  8. Xeretinha

    Eu só tenho duas palavras para descrever Maiden Rose e Fusanosuke Inariya: Eu adoooro!!!
    Na primeira vez que tive contato com essa mangaká foi lendo Giglio, fiquei assustada com algumas cenas beeeem pesadas, principalemnte na cena final. Mas ao mesmo tempo, fiquei fascinada com a sua arte. E eu estava começando a conhecer o mundo yaoi. Pense no choque duplo :) Depois disso virei fã e hoje em dia não me assusto lendo algo dela, porque você acaba se acostumando com o estilo. :)
    Bem, no meu ponto de vista, as cenas pesadas não são gratuitas e tem uma razão de ser. Ela sempre lida com as consequências de uma guerra e sabemos muito bem que nada de bom vem dela, tanto psicologicamente como físicamente. E isso Inariya sabe muito bem descrever em suas estórias e ainda por cima desenha maravilhosamente.
    Maiden Rose, para mim, tem uma trama muito bem contada e intrigante.
    Fico ansiosa a cada novo capítulo lançado para ver Klaus sem camisa O_O E claro ver as cenas de sexo e o desenrolar da estória (É viciante).
    De qualquer maneira ficamos na torcida pelo casal principal. Apesar de tudo, acho que terá um final feliz…Bem, foi assim em seus mangas anteriores. :)
    Keiko, gostei da sua resenha, parabéns :)

  9. Aline Barbosa

    Então, né, eu sou muito fã da Inariya. Sinceramente, é o meu traço favorito entre todos os mangás que já li. Adoro os detalhes do desenho dela, os ângulos… Pago pau até quando são aqueles djs feitos a lápis. xD

    A história de Maiden Rose pra mim é perfeita.
    Eu poderia até dizer que muitas das minhas regrinhas pessoais são quebradas nesse mangá, mas ela realmente conduz a história de um jeito único. Eu acho que todo o contexto da história justifica mesmo as cenas tensas, e apesar de ser pseudo-histórico, é bem fácil de relacionar com a realidade e tudo mais.
    As outras história dela são bem mais pesadas, mas eu gosto do mesmo jeito. Sei lá, ela gosta de personagens meio psicóticos, feridos por causa de situações tensas como a guerra, e, assim como em Maiden Rose, os momentos tensos sempre tem um motivo pra acontecer.

    Eu realmente acho que ela é uma das melhores mangakas que tem por aí. Posso estar exagerando, mazenfim… xD

    • Aline Barbosa

      E parabéns pelo texto, Keiko! xD

    • Não está exagerando, não. :) É uma das melhores com certeza. ♥

  10. Cristal Samejima

    Lendo os comentários lembrei-me de uma historia de Fusanosuke Inariya que aproveito para indicar a quem gosta de Maiden Rose: Blue Nathanael. Ela realmente é genial, até mesmo nos temas que possam paracer mais enlouquecidos ^_^

  11. Nanda

    AA.. melhor yaoi do mundo, amo esse mangá/anime demais. A Fusanosuke Inariya faz histórias ótimas, e temas escolhidos perfeitamente. Da arte então nem se fala. Todas as histórias, (não só por ser yaoi,claro XD)superam muitas que já li.

  12. Já falaram tudo o que eu acho! Resumindo, Inariya é fantástica, não só como autora, mas também como desenhista. Simplesmente amo mangás/histórias com contexto histórico (mesmo q fictício) e as delas são as melhores com certeza. Maiden Rose é um dos únicos mangás em andamento que acompanho e um dos meus favoritos. Um prato cheio para quem quer um yaoi com roteiro e contexto, até para aqueles que torcem o nariz para histórias com estupro "consentido" – como eu XD.

    Ótima resenha, Keiko. Parabéns!

  13. a.d.c

    É LIIINDA A SERIIIE, *0*

  14. Zena

    Esse é o mangá mais lindo que eu já vi <333333333

  15. É coisa de gênio. Aliás quando minha deprê piora é a única maneira de eu melhorar e me distrair: lendo e vendo os desenhos destas mangakás iluminadas.

  16. aninha

    gente, onde eu acho o mangá pra ler em português???
    eu achei a historia tão legal T.T
    so consigui ler o cap 1 2 do 1 vol

  17. Deisi Chan

    Eu só consegui achar esse mangá em espanhol até o capítulo 26 (volume 5) e não sei se está correto, mas parece que o último capítulo publicado foi em 2012. Alguém sabe me dizer se é isso mesmo? Porque se for assim, significa que ele está inativo a praticamente 3 anos. Cheguei a ler em alguns lugares que a autora Fusanosuke Inariya inativou ele, o por quê eu não sei. Se alguém souber de alguma informação, agradeço muitíssimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Calendário de posts

fevereiro 2011
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  

Amazon Brasil

Lojas Online

Facebook

Twitter