O site que noticia tudo o que é yaoi!

BL nacional deve ser lançado em julho!

BL nacional deve ser lançado em julho!

Após as boas novas do anúncio de lançamento de um BL/Yaoi japonês pela NewPOP, uma grata surpresa, é possível que em julho seja publicado o primeiro BL nacional.

Lembram de O Príncipe do Best Seller, do Futago Estúdio, que vinha sendo colocado “na geladeira” juntamente com uma nova linha de mangás pela editora Quadrix?  Soni, autora do quadrinho, revelou em seu blog que ele será lançado pela editora HQM, juntamente com Vitral, o título BL de sua irmã Shirubana.

A HQM está se esforçando para ter os volumes impressos para a época do AnimeFriends, o maior evento de anime do Brasil, onde os novos quadrinhos no estilo mangá poderão ter maior visibilidade.

Como vocês sabem, é necessária muita presença de espírito e perseverança para publicar quadrinho autoral no país, ainda mais fazendo a linha shoujo ou BL, portanto acho que todos que puderem devem tentar prestigiar Vitral e o Príncipe do Best Seller, até para que eles não sofram da “síndrome da revista que não passa do número 1”.

Neste tipo de publicação, cada compra é importante, já que não temos autores conhecidos ou grandes franquias por trás. Conto que com a divulgação na internet, uma boa parcela dos interessados no gênero possa ter acesso ao material, pois só assim podemos garantir que o GLOBL nacional passe a existir e a se desenvolver. Iniciativas como esta, se bem sucedidas, apenas abrem caminho para o início de uma produção nacional. (e que muito me interessa, ehehe)

Vitral conta a história de dois rapazes chamados Tsumi e Daiji, que encontram-se numa noite de Natal na cidade de Mekata. Ambos estão conectados de certa forma ao astro da música Muyami Murassaki, enquanto Tsumi sonha em ser como ele, Daiji, seu filho, está fugindo. Sem saber do parentesco de Daiji com Muyami, Tsumi o ajuda, mas durante a fuga deparam-se com algo misterioso, uma figura que sai de um vitral e prevê um futuro terrível para os dois. Os meninos decidem lutar contra este destino, mas não vai ser nada fácil livrar-se da maldição do Vitral.

Para mais informações visite a página do Futago Estúdio.



Sobre Tanko

Tanko tem 32 anos, é ilustradora freelancer, noiva, lolita e yaoista militante nas horas vagas. Atualmente reside nas montanhas para escapar do Tsunami e da especulação imobiliária no Rio de Janeiro. Ver todos os tópicos de Tanko

21 Comentários a BL nacional deve ser lançado em julho!

  1. Primeiro Hetalia, depois BL pela Newpop, agora BL Nacional? *o*
    agora eu vou ter q pagar promessa em doze tripla! XD

    • Eu também, eheheh, tenso! Que bom estar fazendo este site num momento tão animado do Yaoi no Brasil.

  2. Nossa, q bacana! E o traço é muito bonito, se já tiver no AF eu compro, com certeza! Vida longa ao renascido das cinzas BL no Brasil! Agora vaaaai!

    • Pois é!! O trabalho das gêmeas é legal e se destaca principalmente pela quadrinização. Acho que vou precisar pedir pela internet.

  3. Nossa! Que notícia boa~*

  4. Rika-chan

    *o*

    To sem palavras…

    Só pra entender melhor: eu acho os 2 títulos esse mês nas bancas né?

    • Pelo que diz a notícia, se eles lançarem pro AF, ACREDITO eu que se não sair este mês nas bancas, seria em agosto.

  5. Xeretinha

    Sinceramente, este ano está demais para o BL 🙂 Espero que chegue por aqui, estou super animada 🙂

  6. Gaybow

    Será que tem como arranjar facilmente mesmo não indo ao Animefriends? (moro longe -Q)

    Espero poder comprar pela internet *-*

    BL e ainda nacional? Com certeza vou dar meu pequeno apoio :3

    • Ah, com certeza vai dar para comprar pela internet, não sei como vai ser a distribuição em bancas. =)

  7. Sarah

    Uau! É tanta notícia boa que eu nem acredito. *-*
    Mas, ai, meu bolso. D:

    • Parece que Vitral e Príncipe serão mais baratinhos que a média dos mangás japoneses. ^^

  8. Doni

    Quanta notícia boa! XD

  9. Aline Klaki

    GENTE, eu quero! *0*

    Vou me juntar a minha conterrânea Gaybow: Como faz pra quem mora longe? T^T
    Será que chega aqui? Será que dá pra comprar pela internet?
    Enfim…

    • Bão, a internet é nossa amiga, eu moro no Rio capital (zona sul) e mesmo assim nem sempre as coisas aparecem por aqui. São Paulo sempre tem a distribuição melhor.

  10. Acho a iniciativa muito boa e eu como desenhista (decadente)realmente dou valor a estas coisas. Agora, é um gloBL mas com personagens japoneses? Não sei se é estratéga para vender mas eu realmente não acho isso legal. Espero que o roteiro e a arte sejam bons. De qualquer jeito, eu devo comprar.

    • Teoricamente é uma cidade fictícia (Mekata se não me engano), mas os nomes são japoneses ou nipófonos. Não acho que seja estratégia não, acho que foi coisa do gosto da autora, que já tinha sinopse e primeiro capítulos prontos, a editora não teve participação nesse aspecto. Eu sempre prefiro que seja uma história que se passe no Brasil ou tenha personagens brasileiros , acho que valoriza o nosso material e fica sendo algo mais "único". A emulação visual eu até defendo sim (uso de retículas, mesmo tipo de narrativa, etc), mas não o sentido oriental de leitura para material nacional…

      Bom, vou ver se consigo chamar as autoras para uma entrevista, assim elas poderão explicar um pouco mais sobre suas obras.

  11. HQM

    Os mangás primeiramente estarão apenas no Anime Friends a partir do dia 17, mas logo em seguida estararão disponíveis na loja Comix, que vende para todo o Brasil através de seu site (www.comix.com.br).

    Pouco depois já estarão também nas bancas.

    Esperamos que gostem!

    • Obrigada pela atenção para com o Blyme, podem contar com a nossa divulgação e apoio sempre que publicarem quadrinhos de interesse do nosso público (homoerotismo masculino e "bishounen" – rapazes bonitos).

      Parabéns pela iniciativa!

  12. Andy Lee

    nossa, que legal!

    BL brasileiro, quem diria!

    Gostaria de poder comprar pela internet… ):

  13. Amei saber que Hetalia e Gravitation estão sendo publicados! Aguardo ansiosamente a chegada deles no Rio de Janeiro! E quando ouvi que lançariam BLs nacionais, fiquei impressionada pois não imaginava que isso existia aqui no Brasil. Me deparei com esses dois títulos (Príncipe do Best Seller e Vitral) por um acaso nas bancas e não dei bola por causa da capa, mas quando li essa reportagem, somei A com B e me toquei que aqueles eram os tais yaois nacionais e pesquisei a respeito.

    Sinto dizer que me decepcionei muito não com a história, porque só dei uma lida no resumo, mas com a arte e o design dos personagens. Além dos olhos estarem tortos em várias cenas das amostras grátis que vi (que deveriam ser as páginas que seduzissem o leitor), muitos personagens eram clichês de aparência e esquecíveis. Quanto a Nitral, eles são apenas esquecíveis, mas no Príncipe do Best Seller parecia que Ouran High School tinha se encontrado com Gakuen Heaven e Marginal Prince! O ruivo é tão idêntico ao protagonista do Gakuen Heaven que não é nem engraçado!

    É uma pena, pois apesar de eu estar realmente animada com quadrinhos brasileiros que não sejam baseados em jogos de rpg, a arte e design conseguiram me impedir. Eu não me importo muito com os olhos tortos e assimetria bilateral, mas um pouquinho de originalidade do desenhista é imprescindível se você quer vender um quadrinho. Afinal, li primeiros volumes de gravitation online, antes mesmo do anime e da modinha, apesar daquela arte horrível da Maki Murakami no início da carreira por causa do carisma e do design do Shuuichi (que infelizmente foi virando mais shotacon a cada volume); e também adoro títulos como Shin-chan e Shaman King que não têm muito compromisso com a anatomia humana perfeita e até brincam com exageros, mas tem em comum um desenhista brilhante que cativa o leitor com personagens únicos. Um desenhista tem de ter uma alma, uma habilidade de criar. Sem esse dom, um personagem e uma árvore desenhados pela mesma pessoa são iguais para o leitor.

    Eu sei que se eu quiser ver outros títulos nacionais do gênero no mercado, o certo seria comprar esses quadrinhos para alimentar a indústria, mas eu me recuso a dar dinheiro nas mãos de desenhistas sem originalidade que tomam o lugar dos bons desenhistas nacionais que eu sei que existem, mas infelizmente não ascendem.

    Espero de coração que os bons desenhistas sejam reconhecidos e trabalhem com, ou como bons roteiristas, fazendo histórias que nos alegrem e fascinem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Twitter

Calendário de posts

julho 2010
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Amazon Brasil

Lojas Online